English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

segunda-feira, 18 de julho de 2011

                       Bonde da muamba
           Um acidente ocorrido hoje(16/07/11) na BR 163 KM 562 próximo ao posto policial de Campo Grande/MS, vitimou com lesões leves o condutor, alem de danos materiais de grande monta, uma vez que o veículo Ford/Royale de cor prata com placas de Anápolis/GO, que o mesmo conduzia, ficou totalmente destruído. De acordo com testemunhas, para não colidir de frente com uma carreta, o condutor teria jogado o carro para o acostamento, perdendo o controle da direção, rodado na pista e capotado, parando no meio da vegetação existente as margens da estrada. O condutor foi socorrido pelo SAMU (Serviço Móvel de Urgência) e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande/MS.
          Esta ocorrência em si não teria nada de anormal, seria mais um acidente como tantos outros que ocorrem no nosso dia-a-dia, se não fosse pelo fato do veículo estar carregado de mercadorias contrabandeadas do Paraguai, que ficaram espalhadas ao longo do trajeto feito pelo veiculo no momento do acidente, e pelo fogo que foi colocado na vegetação, queimando tudo ao redor, inclusive o veiculo, se não quisesse o destino que o veiculo estivesse parado sobre uma área de terra arada, não sendo atingido pelas chamas. Não foi identificado o possível autor deste incêndio, pois mais uma vez havia somente um policial no atendimento inicial deste acidente, facilitando a ação dos possíveis incendiários. Os veículos vindos do pais vizinho se utilizam de batedores como meio de ludibriarem a fiscalização da policia ao longo das estradas, e ao passarem os postos da policia empreendem velocidade com o objetivo de se afastarem da área de ação dos policiais, e em muitas vezes estas fugas acabam em acidentes como este. Os carros utilizados pelos contrabandistas na maioria das vezes são financiados em nome de terceiros, e quando apreendidos pela policia, fica a instituição financeira no prejuízo, uma vez que os financiamentos nunca são pagos, isto quando não são utilizados carros roubados com placas dublê. O trajeto do pais vizinho ate o destino são feitos em comboios de vários veículos e quando se apreende um, os outros normalmente conseguem escapar em fugas alucinadas ao longo das rodovias, colocando em risco a vida de terceiros. Esta pratica é muito comum no Estado do Paraná, mas com o aumento da fiscalização nas regiões de Foz do Iguaçu/PR e Guaira/PR, ela tem se estendido para o Estado do Mato Grosso do Sul, uma vez que a fronteira e seca, facilitando as rotas de fuga, principalmente nas estradas vicinais das regiões de Ponta Porã/MS e Eldorado/MS. Atento a isso, o Governo Federal começa a implementar o Projeto Fronteira, visando aumentar a fiscalização policial nas regiões de fronteira, com um aumento do efetivo, de equipamentos para fiscalização e de tecnologia para um combate mais eficaz ao crime organizado. Mas como estamos no Brasil, temos que esperar para ver acontecer, enquanto isso o policial de estrada vai fazendo sua parte, como neste caso, onde as mercadorias foram apreendidas e encaminhadas a Receita Federal e o veículo apreendido e encaminhado ao Detran.

6 comentários:

  1. Registro no Mamute confirmado.

    Seja muito bem-vindo(a) ao local mais top da internet.

    Envie seus links.

    A partir de agora sua experiência com agregador de links está entrando em uma nova era.
    Seu conceito de divulgação irá mudar a partir de hoje.

    Não esqueça que o Mamute Links é o único agregador que manda tráfego direto pra você.
    Isso significa que você irá receber, assim que seus posts forem inseridos, tráfego com origem direta do Google.com.br, Google.com, etc.
    Fique de olho na origem e principalmente no post divulgado pelo Mamute.
    Boa experiência de vida.
    JUntos nos tornamos cada vez mais fortes

    Minha sincera gratidão por sua confiança.

    http://mamutelinks.blogspot.com/

    Abraço.
    BELcrei:-)

    E não esqueça, a partir de agora você já pode enviar seus links.

    ResponderExcluir
  2. Esta historia faz cair por terra aquela teoria de que os muambeiros são coitadinhos querendo sustentar a familia, na verdade são um bando de criminosos articulados que fazem de tudo para que suas mercadorias cheguem até o destino, inclusive conrrompendo policiais.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo post

    Conheça o novo agregador de links www.surpriselink.com/Inicial nele você pode enviar links com imagem e sem imagem, enviar links com liberação imediata, widgets customizados para seu site/blog e o novo sistema de mensagens e amigos para você convidar outras pessoas a visitarem seu blog.

    Lembre-se quanto mais links você tiver na net, mais facil os buscadores acharão seu site/blog.
    Liberação de link imediata é bem melhor que ficar esperando não é? Então faça uma visita agora mesmo...

    ResponderExcluir
  4. Odeio spam tanto quanto você, mas essa é mesmo irresistível)

    Fikdik *querido*:

    Ganhe dinheiro realizando pesquisas!!!
    R$10 de cara, só por se inscrever!!!
    http://www.wibi.com.br/cadastro/?amigo=100194

    $$$ DINHEIRO GRÁTIS $$$

    ResponderExcluir
  5. Link inserido com sucesso no Mamute.
    Fique de olho nessa postagem.

    Boas e muitas visitas nesta semana; começou a semana 30

    Seu link:
    http://mamutelinks.blogspot.com/2011/07/bonde-da-muamba.html

    Já pode divulgar...
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Amigo gostaria de fazer uma observação; na verdade é uma dica que poderá ser muito útil.
    Não escreva o título do post com letras maiscúlas, coloque a penas a primeira letra ou a primeira de cada palavra.
    Por quê?

    Se você notar na barra do seu navegador o link aparece o normal e no lugar das palavras do título "false-false-false" isso significa que é como seu post estivesse errado.

    Bom ele vai existir mas mecanismo nenhum de busca, como google, bing ou qualquer outro conseguirá encontrar o seu post.

    É como se ele fosse um erro, daí os robôs passam por cima e não consideram.

    Espero que seja útil
    Abraço

    ResponderExcluir